.
   :: História
   :: Títulos
   :: Símbolos
   :: Ídolos
   :: Esportes Amadores
   :: Lendas
 
   .: Patacoadas
   .: Entrevistas
   .: Downloads
   .: Links
   .: Charges
 
   .: A 3ª Maior do Brasil
   .: Pesquisas
   .: Feminino
   .: Mirim
   .: Famosos
   .: Eventos
   ::  Organizadas
 
 
 
 
 
Tricolormania entrevista o presidente do SPFC
02/04 - 03h29

A equipe Tricolormania entrevistou, com exclusividade, o presidente do São Paulo e candidato a reeleição, Marcelo Portugal Gouvêa, no último dia 29/03, na sala de reuniões da Presidência do São Paulo Futebol Clube:


TM: COMO O SENHOR ANALISA ESSES DOIS ANOS COMO PRESIDENTE? QUAIS OS PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS QUE O SENHOR VÊ EM SUA ADMINISTRAÇÃO? SE ARREPENDE DE TER FEITO ALGO OU NÃO TER FEITO ALGO?
MPG: Eu avalio esses dois anos de uma forma bastante positiva. Eu não consegui fazer tudo o que prometi. Coisas que dependem de trabalho e de ação, eu consegui fazer, que são as obras. Tudo o que eu fiz na social. Vinte e seis obras entregues aos sócios. Atendendo reivindicações, melhorando o clube.
No esporte amador eu consegui reacender porque estava completamente parado. O futebol não depende exclusivamente de ações mas sim, de resultados dentro do campo. Eu acho que houve uma melhora sensível na equipe com relação ao que era. Melhora de qualidade. Eu acho que isso se transformou em resultado de uma certa forma. Voltamos à Libertadores depois de dez anos. Mas, futebol não é matemático. Não é porque eu tenho uma boa equipe que eu vou ganhar tudo. Futebol não é assim. E a cada dia se repete uma equipe teoricamente melhor não conseguir resultados. Mas de uma maneira geral, eu estou absolutamente satisfeito com o que fiz porque cumpri a grande maioria das obras e das metas que a gente tinha. Você perguntou do que eu me arrependo ou do que eu deixei de fazer. Eu deixei de fazer muito pouco dentro da verba disponível, dentro do tempo disponível. O que eu eventualmente não faria? Logo vão colocar que eu não contrataria o Ricardinho. Nas circunstâncias em que ocorreu essa contratação, talvez contratasse. A única coisa que isso me traz de experiência é que a gente precisa aprofundar a análise quando for contratar um jogador. Precisa aprofundar muito a análise para tentar diminuir a margem de erro. Sempre vai haver erro, mas eu aprendi essa lição.
Com relação ao episódio Kaká, por exemplo, eu não tenho nenhum arrependimento da maneira como foi feito. A única coisa que eu acho é que a gente precisava ter um mecanismo contratual para segurar o jogador mais tempo e esse mecanismo não foi criado ainda porque a gente tem uma legislação e vai na base da intuição. Acho que esse jogador é bom, então, antes que ele cresça eu vou fazer um enorme contrato com ele e isso é intuição, palpite e, às vezes, a gente acerta e, às vezes, a gente erra. Mas de uma maneira geral eu estou muito satisfeito com o que fiz.


TM: ESSA QUESTÃO DA VENDA DO KAKÁ É COLOCADA PELO CANDIDATO DA OPOSIÇÃO COMO UMA NEGOCIAÇÃO QUE NÃO FOI BOA PARA O SÃO PAULO. COMO O SENHOR VÊ ISSO?
MPG: Ele fala isso e explora isso porque não tem mais o que falar porque obras ele não fez nenhuma e nós fizemos. O esporte amador foi reativado e ele deixou morto. Ele ficou longe da Libertadores e nós voltamos à Libertadores. Ele precisa encontrar alguma coisa e evidentemente que ele fala do Kaká. Ele não quer entender porque se ele quisesse entender e ele já foi dirigente. Ele faz de conta que não entende o que aconteceu. Veja, por exemplo, a situação do jogador Renato do Santos. O Renato eu acho que agora fica como titular absoluto da Seleção Brasileira, podendo jogar um ou dois jogos e quando chegar em Junho termina o contrato dele e ele vai para onde quiser, e o Santos não recebe um tostão. E ele é jogador de nível internacional. Isso aconteceu porque o Santos não renovou contrato com ele a tempo. Ou porque não quis renovar, ou porque o jogador não quis, mas não renovou. Exatamente isso iria acontecer com o Kaká. Jogador de Seleção Brasileira. Jogador que ia explodir e ou vendia ele naquela época por aquele valor ou ele continuava até o final do contrato e ele sairia sem o São Paulo receber nada.


TM: O SÃO PAULO TEM INTERESSE NA CONTRATAÇÃO DO RENATO?
MPG: É muito difícil. É um jogador que, obviamente, interessa mas à partir do momento em que existe proposta do exterior e existe fica impossível competir. E ele vai para o exterior em Junho com toda certeza.


TM: COMO O SENHOR VÊ OS NUMEROS DO IBOPE, QUE MOSTRAM QUE A GRANDE MAIORIA DOS SÓCIOS ESTÁ SATISFEITA E APROVA AS OBRAS FEITAS NO CLUBE? EXISTE PREVISÃO DE MAIS OBRAS NO CLUBE PARA O PROXIMO MANDATO, COMO A CONSTRUÇÃO DA NOVA SEDE SOCIAL?
MPG: Essa pesquisa, realmente, tem alguns detalhes que me deixaram plenamente satisfeito. Um deles é à respeito da enchente que houve no dia 2 de Fevereiro e que em oito dias nós conseguimos reverter. É a terceira vez que acontece isso no São Paulo. A segunda vez que foi há sete anos atrás, demorou dois meses e meio para o clube voltar ao normal. Hoje eu me encontrei acidentalmente com uma pessoa e ele me falou que era sócio do São Paulo e eu perguntei em quem ele vai votar, e ele me disse que vai votar em mim, na chapa amarela e eu quis saber o porque. E ele disse que o que foi feito no evento da enchente nunca nenhum dirigente fez. Então, eu acho que o senhor merece todo crédito e todo o voto. A pesquisa falou isso. Na pergunta se a atuação da diretoria foi correta na enchente, 91% dos sócios entrevistados disseram que agimos corretamente e 75% disseram que nada poderia ter sido feito para evitar porque foi uma catastrofe da natureza. E as outras perguntas do Ibope também me dão muita alegria porque é simplesmente o sócio compreendendo e dando o retorno daquilo que nós fizemos pelo clube.
As obras da nova sede social foram iniciadas na sexta-feira passada com a autorização da prefeitura para que se retirasse as árvores que era o que estava segurando. Já foi demarcada a obra completamente no local aonde ela vai subir. Já foram marcados os locais das colunas que vão sustentar a sede social e no curso dessa semana vão continuar para sempre.
No estádio nós temos projetos de melhorar cada vez mais dando mais conforto para o torcedor. Enfim, ainda há coisas para fazer. Algumas carências e nós vamos tentar supri-las. Eu acho que nós adquirimos a credibilidade de poder dizer que vai fazer e o sócio acreditar porque quase tudo que nós falamos que íamos fazer, nós fizemos.


TM: O SENHOR APROVOU O INGRESSO A 20 REAIS, NO CAMPEONATO PAULISTA, O SENHOR SE ARREPENDEU? SERIA UMA MANEIRA DE DIFICULTAR A VIDA DAS ORGANIZADAS?
MPG: Não. De forma nenhuma esse valor foi colocado para dificultar a vida das organizadas. O preço do ingresso no Brasil é ridículo comparando com o resto do mundo. O futebol como produto apresentado não é ridículo. É penta campeão mundial, mas a gente sabe que o poder aquisitivo é inferior ao primeiro mundo. Essa é uma tentativa válida da Federação. Quando terminar o campeonato nós vamos fazer uma análise para vermos se subiu o público ou não. Qual foi a resposta financeira para daí a gente poder assumir um posicionamento definitivo. Eu acho que houve boicote com públicos muito pequenos, mas agora nas semifinais o público está correspondendo. Nós temos tido média em torno de 20 mil, 18 mil etc. eu acho que esse número vai subir nas últimas partidas e vamos ver como foi a média no final.


TM: O SENHOR APROVOU O REGULAMENTO DO PAULISTA. O SENHOR NÃO ACREDITA QUE O REGULAMENTO TENHA SIDO MAL REDIGIDO VISTO QUE AS QUARTAS DE FINAIS FORAM REALIZADAS COM APENAS UMA PARTIDA E SEM NENHUMA VANTAGEM PARA O TIME DE MELHOR CAMPANHA (VIDE O SÃO PAULO QUE FOI ELIMINADO PERDENDO APENAS UMA PARTIDA)?
MPG: Com o número de datas exíguo que tem não há condição de fazerum campeonato melhor. Quando discutimos o regulamento, nós tínhamos três alternativas. Fazer a final de um jogo só, a semifinal de um jogo só ou a quarta de final de um jogo só. E nós preferimos a quarta de final de um jogo só porque teoricamente nós pegaríamos um adversário mais fraco. Se tivesse feito ida e volta na quarta, a gente poderia ter reagido e passado, na semi e daí íamos fazer a final de um jogo só e as críticas viriam. Então, tratamos de fazer a coisa que nos pareceu melhor no momento e deu certo. O ideal é que se tenha mais datas para que se possa fazer. Não é o regulamento que é errado, é a falta de datas que torna isso realmente problemático. Esse é um campeonato paulista aonde o São Paulo não jogou com o palmeiras nenhuma vez. O São Paulo não jogou com o Santos nenhuma vez. O Corinthians não jogou com o Palmeiras nenhuma vez. Então, é um campeonato atípico por falta de data.


TM: A RENOVAÇÃO DE ROGÉRIO CENI ATÉ 2008 FOI UMA JOGADA POLÍTICA, VISTO QUE O CANDIDATO DA OPOSIÇÃO TEVE PROBLEMAS COM O GOLEIRO QUANDO FOI PRESIDENTE?
MPG: Nós renovamos o contrato do Luís Fabiano até 2008 e ninguém falou que estava renovando politicamente. Eu renovei por interesse do São Paulo Futebol Clube. Quem são as duas grandes figuras do São Paulo hoje dito pela imprensa e pela torcida? Luís Fabiano e Rogério Ceni. Se eu renovei com o Luís Fabiano, eu também renovei com o Rogério Ceni porque ele é uma das grandes estrelas do São Paulo. O contrato dele ia terminar daqui a três meses e estava na hora de renovar. Foi renovado. Ele é excelente goleiro, é um líder. Às vezes a gente vê críticas quando ele faz aquelas jogadas de sair jogando e etc, e dizem que ele só faz isso porque é marqueteiro. Eu acho que ele dá uma força muito grande para a equipe. Ele incentiva a equipe e faz com quem vê aquilo se desdobre. Se ele tem problemas com o candidato da oposição, eu não sei. Mas não foi pensando nisso. Graças a Deus, ele ficou muito satisfeito com a renovação do contrato e tem dado demonstrações de que também está satisfeito com a minha administração.


TM: A TORCIDA APROVA O SEU MANDATO. EM PESQUISA FEITA NO TRICOLORMANIA, APROXIMADAMENTE 90% DA TORCIDA TORCE POR SUA REELEIÇÃO. COMO O SENHOR VÊ ESSES NÚMEROS? ISSO SE DEVE A VOLTA DO TIME À LIBERTADORES?
MPG: Eu acho que esse é o principal fator. A torcida do São Paulo é muito exigente e não se conforma mais com torneios regionais. Ganhando ou ficando fora, a torcida fica alegre ou triste mas ela não faz questão. A maior prova disso é que a volta do São Paulo à Libertadores o São Paulo fazia jogos do Paulista com cinco mil pessoas e quatro dias depois fazia um jogo da Libertadores ainda nessa fase inicial que teoricamente as equipes não são as mais fortes, e vinha cinqüenta e cinco mil pessoas. Então, o torcedor deu a resposta. Ele quer a Libertadores. Ele quer jogo internacional. Ele quer grandes torneios.


TM: O SENHOR ACREDITA NUMA VITÓRIA TRANQUILA OU APERTADA, COMO NA ÚLTIMA ELEIÇÃO? QUAL SERIA A DIFERENÇA A FAVOR DA SITUAÇÃO NO CONSELHO SE A ELEIÇÃO FOSSE HOJE?
MPG: Nós temos hoje maioria no Conselho Deliberativo. Hoje o nosso grupo tem maioria. Apesar de grupos de conselheiros que migram de um lado para o outro, hoje, nós temos maioria. Se nós tivermos sucesso na eleição de 3 de Abril aonde os sócios vão eleger oitenta conselheiros e se nós fizermos maioria, mais da metade. Dependendo dessa maioria nós podemos ter uma eleição tranqüila no fim do mês de Abril para Presidente. Se nós já temos maioria hoje com um contingente de conselheiros eleitos equilibrado. Se a gente conseguir aumentar essa vantagem, nós realmente vamos ficar tranqüilos.


TM: COMO ESTÁ FINANCEIRAMENTE O SÃO PAULO, COMPARATIVAMENTE A ÉPOCA EM QUE O SENHOR TOMOU POSSE?
MPG: Quando eu tomei posse nós tínhamos um déficit de quase 30 milhões. Conseguimos reduzir no primeiro ano para 22 milhões. Estamos apresentando um balanço amanhã com um superávit de 7 milhões. O São Paulo não via isso há muito tempo. Então, com relação às finanças houve uma melhora muito grande. E não se diga que foi por causa da venda do Kaká e do Júlio Baptista porque o Paulo Amaral quando foi presidente vendeu jogadores arrecadando no total 77 milhões de reais. Aonde está o dinheiro? Obra nenhuma na social, nada no futebol, más contratações. Todo mundo erra também. Só que ele critica o Ricardinho, e ele custou 5 milhões e o Dill custou 9 milhões. Aonde está o dinheiro? Eu sei aonde está o dinheiro. Ele foi muito mal aplicado e por isso que o São Paulo ficou com aquele déficit. Ele vendeu 77 milhões e no ano passado, o São Paulo vendeu 40 milhões que é quase a metade e fizemos tudo isso que conseguimos fazer.


TM: O SENHOR AFIRMA QUE A OPOSIÇÃO VIBROU COM A ELIMINAÇÃO NO CAMPEONATO PAULISTA. POR QUE? O SENHOR VIU ISSO OCORRER?
MPG: Eu não vi e graças a Deus não vi porque seria pra mim uma decepção muito grande de ver alguém do São Paulo por razões políticas, por razões pessoais torça contra o São Paulo, mas infelizmente eu recebi inúmeras informações de conselheiros, de sócios e até de pessoas anônimas que assistiram o jogo nas cadeiras cativas e viram a reação de pessoas da oposição. Isso foi relatado a mim. Eu não vi com os meus olhos. Mas as informações são fortes e de fontes diversas que eu sou forçado a acreditar que isso ocorreu.


TM: O SENHOR ESTÁ SATISFEITO COM AS CONTRATAÇÕES FEITAS NESTE ANO? QUAL O JOGADOR QUE MAIS O ESTÁ AGRADANDO? EXISTE PREVISÃO DE NOVAS CONTRATAÇÕES PARA A SEGUNDA FASE DA LIBERTADORES? QUAL POSIÇÃO O SENHOR CONSIDERA MAIS CARENTE?
MPG: Na média, nós ficamos muito satisfeitos com as contratações. Eu acho que a nossa zaga melhorou. Eu acho que o nosso ataque melhorou. O nosso meio de campo melhorou, tem gente que acha que não. Agora, com os volantes a nossa situação é muito difícil. Os dois volantes nossos são muito bons. O Alexandre marca muito bem e o Fábio Simplício é um guerreiro do primeiro ao último minuto, lutando, avançando na cara do gol, defendendo e etc. Mas vocês já viram que nós não temos absolutamente nenhum reserva para nenhum dos dois. Se houver uma contusão ou um problema de cartão, nós não podemos enfrentar uma segunda fase de Libertadores e um Brasileiro com dois volantes. Todo mundo diz que é óbvio que a gente precisa ter quatro para poder revezar. Então, a gente acha que é nessa posição que nós precisamos de reforços.


TM: ESSA NECESSIDADE NÃO EXISTE TAMBÉM COM RELAÇÃO AO ATAQUE? MAIS UM CENTROAVANTE, POR EXEMPLO?
MPG: Também há. O Diego Tardelli eu acho um ótimo jogador. Um jogador de futuro mas, ele está pisando na bola e vai demorar um tempo para voltar porque ele precisa se reciclar e voltar a ficar em condições. Eu acho que com a saída dele nós também temos que ter um reforço no ataque.


TM: O SÃO PAULO TEM INTERESSE EM CONTRATAR O VAGNER LOVE DO PALMEIRAS?
MPG: Não. Jogador que segundo falam está vendido. Terminando o Paulista vai para o exterior e esses jogadores são inviáveis.


Tm: POR QUE O SÃO PAULO É TÃO RACHADO POLITICAMENTE? POR QUE EXISTE TANTA TROCA DE POSIÇÕES ENTRE OS CONSELHEIROS? O QUE O SENHOR PENSA DE ATITUDES COMO A DO SEU EX-VICE, MÁRCIO ARANHA, QUE MUDOU DE LADO SENDO HOJE UM DOS ALICERCES DA OPOSIÇÃO?
MPG: O estatuto do São Paulo é orientado para a democracia. Então, é lícito que qualquer conselheiro e qualquer pessoa possa ser candidato e queira dirigir o clube. Não é como outros clubes que o presidente fica doze anos e isso é bem saudável porque a gente vê como o São Paulo é grande e tem um tremendo patrimônio até porque renova as idéias e tal. Mas, tem um outro aspecto que o São Paulo é muito grande. É muito poderoso. É muito importante ser presidente do São Paulo e esse poder faz com que a pessoa para ser presidente do São Paulo tem que ser uma pessoa muito ponderada e equilibrada porque senão pode usar mal esse poder. Então, é um cargo muito almejado. Cada um almeja com um tipo de intenção mas isso leva a ver candidaturas e muita vontade em ser presidente do São Paulo.
Com relação ao Márcio Aranha, eu posso dizer que esse é um verdadeiro São-paulino. Autêntico. Esse torce para o São Paulo. Ele acha quer sempre o bem do São Paulo. Está sempre insatisfeito. Quer ganhar tudo e ele talvez tenha chegado a conclusão de que a minha administração não estava levando o São Paulo a ganhar tudo. Então, ele mudou para o outro lado. Talvez com esse objetivo. Só que eu acho que aí ele errou porque as possibilidades já provadas de que a minha administração no futebol é melhor do que a do Paulo Amaral que esteve dois anos no poder. Isso está nos resultados e nas colocações. Ele vai continuar sempre criticando, sempre querendo o melhor e o ideal que é difícil de atingir. E ele quer estar do lado de quem atinja esse objetivo, mas dessa vez ele está do lado errado.


TM: A VINDA DO MARCELO MARTINES PARA A SITUAÇÃO SENDO CANDIDATO A VICE NA SUA CHAPA PODE DEFINIR A ELEIÇÃO A SEU FAVOR? QUANTOS CONSELHEIROS ELE TROUXE PARA O SEU LADO?
MPG: Ele trouxe dez conselheiros. A vinda dele em termos de números foi decisiva para que nós tivéssemos essa vantagem hoje. Nós tínhamos vantagem e aí saiu o Márcio Aranha com alguns conselheiros que o acompanham. Saiu o Pérsio Rainho com alguns conselheiros que o acompanham e aí, nós que tínhamos maioria passamos a ter minoria. Com a vinda do Marcelo Martines, nós voltamos a ter maioria. Então foi muito importante, mas o que pessoalmente me deixou mais satisfeito é que ele é uma pessoa que já tem muitos serviços prestados ao São Paulo e pode dar muitos serviços ainda ao São Paulo. E o grupo que veio com ele é de primeira qualidade com pessoas que também podem dar uma contribuição muito grande. Foi uma vitória de qualidade principalmente e também de quantidade.


TM: QUAIS OS INVESTIMENTOS FEITOS NOS ESPORTES AMADORES? O RETORNO FOI SATISFATÓRIO?
MPG: Nós fizemos muitos investimentos e em alguns esportes de ponta nós fizemos parcerias. Todo mundo sabe que hoje em dia alguns esportes atingiram um nível de primeira qualidade e nós buscamos esse caminho. Fizemos uma parceria com Guarulhos que nos dá um ótimo retorno. No Boxe o São Paulo voltou a brilhar. Na semana passada entreguei uma placa para um atleta do São Paulo/Guarulhos que se classificou para a olimpíada. O judô que é só do São Paulo e não tem parceria também foi estimulado sob a coordenação do Aurélio Miguel e já classificou uma atleta do São Paulo para a olimpíada. No Basquete feminino o São Paulo foi campeão brasileiro no ano passado. No Vôlei masculino, ano passado, o São Paulo foi campeão Paulista e agora está em primeiro lugar na Liga Nacional, é o São Paulo/Ulbra. O Atletismo voltou a brilhar com atletas se detacando. Teve boa colocação na São Silvestre. Então, realmente nós dinamizamos o esporte amador no São Paulo


TM: COMO O SENHOR VÊ O USO INDEVIDO DA MARCA DO SÃO PAULO EM ENDEREÇOS OU DOMÍNIOS NA INTERNET?
MPG: Quando nós assumimos, nós tínhamos uma situação muito desagradável com medidas judiciais, tentando evitar que um site pudesse ser colocado e um contrato feito para o site do São Paulo que foi uma lástima porque a empresa faliu, deixando de atuar no mercado e etc. A nossa filosofia é democrática. Todo mundo que quiser e puder dar uma contribuição, trabalhar e ter o seu site ligado ao São Paulo, nós jamais impediremos. Nós não vamos fazer como fez a administração do Paulo Amaral que porque um site criticava, ele entrou na justiça contra esse site e isso é um absurdo.
Está havendo no momento uma certa confusão. Eu acho que a gente precisa sentar com todas as pessoas que tem site do São Paulo, estabelecer as normas, dizer que o nome São Paulo FC é o site do São Paulo Futebol Clube e cada um terá a criatividade suficiente para ter o seu site, ter a sua linha de conduta, fazer o seu trabalho, sem colidir com o do São Paulo mas identificando-se com o São Paulo. Esse é o projeto da próxima gestão se eu vencer as eleições.


TM: PQ O SITE OFICIAL DO SP TEM UM ASPECTO ULTRAPASSADO? A ATUAL DIRETORIA MELHOROU O SITE MAS ELE AINDA DEIXA MUITO A DESEJAR. O SENHOR PENSA EM FAZER DO SITE OFICIAL O MELHOR ENTRE OS CLUBES BRASILEIROS?
MPG: Nós estamos tentando em várias coisas ser o melhor do Brasil. Conseguimos bastante. Nós já temos o melhor estádio do Brasil. Nós temos o melhor Centro de Treinamento do Brasil com equipamentos moderníssimos. Quem visita o CT só elogia. Nós temos um departamento de marketing muito ativo que consegue trazer retorno e assim nós vamos caminhando. Nesta linha, evidentemente que a gente também vai querer ter o melhor site.


TM: QUAL MENSAGEM O SENHOR DEIXA PARA A TORCIDA TRICOLOR E PARA OS SÓCIOS E CONSELHEIROS DO CLUBE, QUE IRÃO DECIDIR A ELEIÇÃO?
MPG: Eu deixo uma mensagem de muito otimismo . Digo para o sócio que analise as coisas conscientemente. As obras que nós fizemos. Os conselheiros que também vêem as obras e o futebol que também houve um progresso. E veja bem, a nossa folha de pagamento hoje com relação ao ano que terminava a gestão do Paulo Amaral e a do ano passado, houve uma redução. Eu acho que foi absolutamente sem prejuízo na qualidade dos nossos jogadores que eu acho que a qualidade melhorou. Eu gostaria de contar com o apoio de todos para mais dois anos aonde nós, com a experiência adquirida e com aquilo que já foi possível fazer, a gente realmente fizesse uma administração muito boa para os sócios, com o futebol vitorioso deixando assim o nosso sócio e o nosso torcedor feliz. Espero contar com o apoio de todos no sábado votando na chapa amarela que tem os conselheiros que nos apóiam e depois no final de abril que tem a eleição do Conselho que também nos apóiem para a gente continuar esse trabalho


Para ver todas as fotos da entrevista, clique aqui.



Fonte: AGÊNCIA TRICOLORMANIA [!] Enviar esta notícia para um amigo 

Deixe seu comentário em nossa Lista de Discussão ou participe do nosso Fórum.

31/03 - 18h20 » Gonzalo Carneiro tem pena por doping reduzida e pode...
25/03 - 02h27 » Daniel Alves critica Bolsonaro
20/03 - 11h46 » Por tempo indeterminado, FPF paralisa o Paulistão
20/03 - 11h34 » São Paulo domina estatísticas de passe e posse no Pa...
20/03 - 11h32 » Jornal espanhol destaca características de Maia: “Ha...
20/03 - 11h31 » Diniz cumpre promessa e recupera futebol de Pato
19/03 - 22h42 » Atualização: Procedimentos referentes a ingressos pa...
19/03 - 21h48 » São Paulo disponibiliza Morumbi, CT da Barra Funda e...
18/03 - 18h36 » São Paulo renova os contratos dos goleiros Lucas Per...
18/03 - 10h46 » Há 10 anos, São Paulo vencia Nacional-PAR e assumia ...
18/03 - 10h36 » São Paulo tem segundo melhor início de temporada em ...
15/03 - 01h05 » Elenco parabeniza Pablo por atuação decisiva
15/03 - 01h03 » Diniz defende Pablo e minimiza peso de expulsão
15/03 - 00h59 » "O torcedor, que é protagonista com a equipe, fez fa...
15/03 - 00h53 » Tricolor vence o San-São de virada
13/03 - 21h30 » Com portões fechados, Tricolor recebe o Santos no Mo...
13/03 - 21h14 » Procedimentos referentes a ingressos para jogos cont...
13/03 - 12h31 » São Paulo e Santos terá portões fechados
13/03 - 11h13 » São Paulo apresenta balanço ao Conselho de Administr...
13/03 - 11h10 » São Paulo suspende venda de ingressos para jogo cont...
13/03 - 11h09 » Conmebol suspende jogos da Libertadores por tempo in...
13/03 - 11h08 » Tiago Volpi sofre fratura na mão direita
12/03 - 01h14 » Volpi machuca e vira dúvida
12/03 - 01h02 » Diniz diz que São Paulo "jogou bonito"
12/03 - 00h59 » Reinaldo vibra: “Mirei e toma”
12/03 - 00h56 » Em #NoiteDeLibertadores no Morumbi, Tricolor vence a...
11/03 - 09h58 » Tricolor recebe a LDU em #NoiteDeLibertadores no Mor...
11/03 - 09h48 » São Paulo vende 39 mil ingressos antecipados
11/03 - 09h47 » Há 16 anos, São Paulo venceu rival da Libertadores
11/03 - 09h27 » "Sempre tive esse sonho de jogar a Libertadores pelo...
08/03 - 22h46 » ''Agora é foco na decisão contra a LDU''
08/03 - 22h43 » “Poderíamos ter tido mais sorte”, diz Anderson Martins
08/03 - 22h40 » “Todas têm que ser defensáveis”, diz Volpi
08/03 - 22h34 » Tricolor perde para o Botafogo em Ribeirão
07/03 - 21h10 » De olho na Libertadores, São Paulo visita o Botafogo
07/03 - 21h06 » A conquista do Torneio Rio-São Paulo de 2001
07/03 - 20h56 » Dani Alves é convocado para jogos das Eliminatórias
07/03 - 20h53 » São Paulo relaciona elenco de garotos para enfrentar...
06/03 - 00h21 » ''A altitude dificultou, mas não vamos pegar isso co...
06/03 - 00h18 » Antony admite: “Difícil virar a página”

Digite o conteúdo a ser buscado nas notícias do site:
• Copyright 2003 - Todos os direitos reservados a Tricolormania •
   :: Patrimônio
   :: Elenco
   .: Tabelas
   .: Notícias
   .: Voz do Presidente
   .: Fotos Exclusivas
   .: Vídeos Exclusivos
   .: Gesp
 
   .: Quem Somos
   .: Ideais
   .: Manifestos
   .: Equipe
   .: Juris-Tricolor
   .: Ação Social
   .: Loja Virtual
   .: Página Inicial